Empreendedorismo

O que é escala gerencial e como aplicar na sua empresa

Publicado: Visto por: 24 pessoas

O principal objetivo da escala gerencial é levar uma empresa a produzir e vender com o menor custo possível. Dessa maneira, os custos de produção de um produto, ou prestação de serviços, diminuem a fim de aumentar o lucro. Uma corporação que atinge essa meta pode então ser considerada escalável.

Você já ouviu falar na técnica da escala gerencial? Ela é muito presente no ambiente corporativo, principalmente em empresas pequenas e startups. Para entender os benefícios de sua aplicação, vamos falar um pouco sobre o assunto hoje.

Então, se você quer entender como diminuir os custos da sua empresa e aumentar a demanda pelo seu serviço, basta continuar lendo! Vamos lá.

O que é escala gerencial?

Uma empresa escalável é aquela que consegue manter o custo de produção baixo, aumentando os estoques de seu produto. Também é possível, obviamente, que uma corporação prestadora de serviços aplique a escala gerencial em seu negócio.

O intuito dessa técnica é aumentar os lucros da empresa, aproveitando melhor recursos como o capital humano e o tempo do colaborador. Assim, para que isso se torne um sucesso, é preciso aumentar a eficiência da produção por meio da redução do custo médio. Quanto menores os custos, menores os valores de venda e maior a oferta do produto/serviço. Então, há mais demanda e a empresa começa a observar lucros crescentes.

Podemos então dizer que a escala é definida pela limitação dos gastos levando em conta o lucro.

Como a escala gerencial funciona

Aplicar essa técnica a um negócio tem como principal objetivo aumentar o lucro. Para isso, é preciso desenvolver certo planejamento inicial, o que inclui também o fator financeiro. Imagine que você precisa encontrar brechas para reduzir etapas de trabalho e ainda assim conferir qualidade ao resultado final. Pois é! Investir inicialmente é necessário, mesmo sabendo que esses recursos serão limitados.

Dessa forma, é preciso aliar o gasto ao conhecimento sobre: o que será produzido, como será produzido e quanto capital humano será necessário, levando em conta a estrutura física da empresa. A partir daí, já conseguimos visualizar os primeiros passos da escala gerencial.

Esse planejamento deve levar em conta alguns procedimentos, e é sobre isso que falaremos abaixo.

Aplicando a escala gerencial a um negócio

Antes de começar a pensar na aplicação de uma escala gerencial ao negócio, é preciso conhecer bem o funcionamento da empresa. Ter a certeza sobre a média do lucro mensal, a quantidade dos produtos ou frequência dos serviços oferecidos e quantos clientes são recorrentes é o básico para qualquer corporação. Depois disso, já é possível elaborar um passo a passo mais detalhado. Confira abaixo:

1) Investir no método LEAN

O lean manufacturing, ou manufatura enxuta, é o modelo de negócio em que as etapas de trabalho se tornam mais enxutas. Com essa técnica, é possível reduzir processos desnecessários, tornando as atividades mais simples e facilitando o trabalho dos funcionários envolvidos.

Os principais benefícios de adotar o lean é reduzir o tempo de produção em determinada tarefa, dando maior autonomia ao colaborador. Dessa forma, ele pode direcionar seu tempo a prioridades reais.

2) Definir prioridades é essencial

Já falamos sobre as prioridades do colaborador, que devem estar sempre em primeiro lugar. Mas, para isso, é preciso educar a equipe para identificar tais tarefas. Saber o que é possível dispensar é muito importante, e o melhor caminho para esse conhecimento é saber quais são as prioridades de uma demanda. É então essencial educar a equipe para que essa percepção se torne uma característica intrínseca ao negócio.

3) Automatizar a gestão de atividades

O trabalho do homem é, com certeza, indispensável na maioria das vezes. A empatia e a capacidade de discernimento são características que não existem em uma máquina, e não podem de forma alguma serem substituídas. Porém, também há aquelas tarefas operacionais que demandam tempo excessivo do funcionário, tornando-o mais suscetível a erros.

A automatização dessas atividades, pelo uso de softwares, ajuda a economizar tempo e dinheiro, à medida que dá mais liberdade ao colaborador. Assim, o indivíduo consegue dispensar essas tarefas e delegá-las a um sistema tecnológico, ganhando tempo para outras prioridades.

4) Padronizar e acompanhar métricas constantemente

A busca por ser um negócio escalável exige antes de mais nada a padronização dos processos. De nada adianta querer economizar custos sem planejamento prévio, normas ou métricas para acompanhar o sucesso dessa aplicação. Então, implementar indicadores de desempenho para definir o funcionamento dessa empreitada é fundamental, sobretudo financeiramente. Registrar todas as etapas e as melhorias encontradas deve se tornar uma tarefa constante, visando a atingir novas metas mês após mês. Para isso, é preciso acompanhar os custos marginais, que são os valores aplicados na prestação das atividades, comparados ao faturamento anterior.

5) Investir em um software de controle de ponto

É preciso acompanhar o controle da jornada de trabalho de perto. E, para isso, é necessário implementar um software que automatize essa função. Gerenciar o capital humano da empresa, bem como horas extras e férias do colaborador, é não apenas um diferencial, mas uma obrigação legal de toda corporação que atinge certo nível de maturidade no mercado. Assim, esse tipo de administração auxilia na escala gerencial porque reduz o tempo de trabalho do gestor, possibilitando maior foco em outros elementos do negócio.

Vantagens da escala gerencial para a sua empresa

Um dos principais benefícios de aplicar a escala gerencial é deixar os preços mais atrativos, gerando mais lucro. Assim, além do lucro, é possível reduzir o tempo investido no trabalho diariamente, se as estratégias certas forem aplicadas.

Consequentemente, os gastos da empresa caem e novos conhecimentos são adquiridos através do capital humano. Empresas pequenas e startups que prezam por uma boa produtividade são as principais adeptas desse modelo de negócio. Assim, o aumento dessa produtividade é outra característica presente na escala gerencial. Para agrupar esses benefícios, vamos dispô-los abaixo:

  • Aumento do lucro;
  • Redução do tempo de trabalho;
  • Economia de recursos;
  • Redução de gastos da empresa;
  • Aumento da produtividade.

Obviamente, outras vantagens podem surgir ao longo do caminho. Tudo depende de como a administração acontecerá, o que será prioridade e como se dará a adaptação do colaborador. Porém, essas são algumas das principais.

Como você viu, aplicar a escala gerencial na sua empresa é um processo repleto de pequenas etapas. Os benefícios são inúmeros, mas é preciso saber administrar com maestria, seja em relação ao financeiro ou ao capital humano. Assim, avalie primeiro as reais condições do seu negócio para depois pensar nos próximos passos.

Leia também: Quais são os novos papéis da liderança no empreendedorismo?

Publicado:
Materiais gratuitos

Baixe também nossos materiais gratuitos

Tudo o que você precisa saber sobre o mercado gratuitamente e em um só lugar.

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você autoriza a Forpeople Softwares a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.